O dia mais doce

http://www.cute-cupcakes-recipes.com/, via Pinterest

http://www.cute-cupcakes-recipes.com/, via Pinterest

Aproxima-se o dia mais doce. Mas, para si e para a sua meia-laranja, pode ser dulcíssimo. Fale com a Letras num Papel, Serviços de Escrita e de Revisão de Textos e saiba como pode surpreender com palavras: uma dedicatória arrojada, um álbum com texto personalizado (em colaboração com brunoconceicao.net), a vossa história… não faltam ideias. Contacte-nos e criemos emoções únicas.

Dou a palavra…

José Régio. Lembro-me do dia em que li este poema pela primeira vez. Tinha 15 anos e recordo que, naquela altura, achei que aqueles versos diziam tudo o que era preciso. Ainda penso o mesmo.

Cântico Negro

«Vem por aqui» — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: «vem por aqui!»
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali…
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos…
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: «vem por aqui!»?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí…
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?…
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos…

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios…
Eu tenho a minha Loucura!
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios…
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: «vem por aqui»!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou…
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

Sábado é dia de…

http://luxnmodern.tumblr.com/, via Pinterest (via Erin Hencey)

http://luxnmodern.tumblr.com/, via Pinterest (via Erin Hencey)

RESPIRAR!

Depois de uma semana chuvosa, é altura de sair à rua e respirar…

Crie memórias com memórias

maternidade II

Fotografia de Bruno Conceição (brunoconceicao.net)

Para sempre é, sem dúvida, muito tempo. Mas, na verdade, oferecer letras num papel é muito próximo de oferecer a eternidade. Crie memórias com memórias, dando a quem mais gosta a sua ou a vossa história. Fale com a Letras num Papel. Nós ajudamos.

Inigualável

http://wasbella102.tumblr.com/, encontrada em Pinterest (através de Toshihiro Teranishi)

http://wasbella102.tumblr.com/, encontrada em Pinterest (através de Toshihiro Teranishi)

Seja uma simples flor ou a mais requintada joia, a Letras num Papel ajuda a dar ao seu presente do Dia dos Namorados um toque inigualável. Fale connosco para o ajudarmos a preparar uma dedicatória personalizada e não se vai arrepender.

Não é preciso «atrás»…

«Oitenta e sete por cento dos refugiados estão no mundo em desenvolvimento. Eram apenas 70% há 15 anos atrás

in www.publico.pt, «Especial 2014 – 2015, O ano visto por António Guterres»

encontrado em Pinterest, de myfotolog.tumblr.com

encontrado em Pinterest, de myfotolog.tumblr.com

Na expressão «há 15 anos atrás», atrás está a mais e torna-a redundante. Dizer «há 15 anos» é suficiente e já contém em si a ideia de que a ação aconteceu há esse tempo.

Não se convença de que, só porque já viu escrito e porque todos o dizem, está correto. Peça à Letras num Papel para fazer a revisão do seu trabalho ou obra e tenha a certeza de que fica com um texto à prova de erro!

Olhar na mesma direção

IMG_3617Desde muito cedo, ensinaste-me que deveríamos olhar os dois na mesma direção. Estiveste sempre ao meu lado, rimo-nos juntos e, muitas vezes, também chorámos os dois. Mas, o mais importante, nas nossas vidas, foi cada um de nós, em todo o momento, ao pé do outro…

Este podia ser o princípio da história mais significativa que alguma vez vai ler, a que homenageia o seu pai. Fale com a Letras num Papel e, juntos, criaremos um presente único para o seu pai.

Inesquecível. Irrepetível.

Imagem de apositivelybeautifulblog.tumblr.com, encontrada em Pinterest

Imagem de apositivelybeautifulblog.tumblr.com, encontrada em Pinterest

O Dia dos Namorados está já aí. Não se deixe enredar pelos mesmos presentes de todos os anos. Ofereça algo inesquecível. Irrepetível. Peça à Letras num Papel que lhe escreva o mais bonito texto, seja a dedicatória que acompanha a caixa de bombons ou a vossa história de amor, ela própria transformada no presente mais doce. Vale a pena experimentar, não acha?

Dou a palavra a…

The Cure.

Hoje, um «Dou a palavra…» um pouco diferente, porque a música é, também, letras num papel… Já agora, se puderem (e quiserem), ouçam, não se vão arrepender, prometo (https://www.youtube.com/watch?v=UXFWLpXnKLs).

A Thousand Hours

For how much longer can I howl into this wind?

For how much longer

Can I cry like this

 

A thousand wasted hours a day

Just to feel my heart for a second

A thousand hours just thrown away

Just to feel my heart for a second

 

For how much longer can I howl into this wind?

 

Escrita por Laurence Andrew Tolhurst, Simon Gallup, Boris Williams, Robert James Smith, Porl Thompson; álbum Kiss Me, Kiss Me, Kiss Me, 1987, Copyright: Fiction Songs Ltd.

Sábado é dia de…

Imagem encontrada em Pinterest, via turningpoint2.tumblr.com.

Imagem encontrada em Pinterest, via turningpoint2.tumblr.com.

PREGUIÇAR! Com este tempo, apetece outra coisa?