Sábado é dia de…

fotografia de James Wojcik in www.teenvogue.com, via Pinterest (Kate Lehmann)

fotografia de James Wojcik in www.teenvogue.com, via Pinterest (Kate Lehmann)

SER EGOÍSTA. Às vezes, é bom lembrarmo-nos de nós, antes de qualquer outra pessoa. Nem que seja só por um dia. Bom fim de semana.

Há palavras que nos definem.

in www.macetesdemae.com, via Pinterest (Wendy Frost)

in www.macetesdemae.com, via Pinterest (Wendy Frost)

«Há palavras que nos definem, que se põem diante de nós e gritam ao mundo quem somos, na realidade. Tu és assim. Uma palavra define quem és, quem sempre foste, para mim.»

O Dia da Mãe aproxima-se. Preste-lhe a homenagem que ela merece, ofereça-lhe um texto em que lhe diga o quanto ela significa para si. Nós ajudamos. Fale com a Letras num Papel.

Diga, mas não deixe de escrever.

fotografia de Megan AKA: Super Hybrid in theberry.com, via Pinterest (Rukiye Akkoyun)

fotografia de Megan AKA: Super Hybrid in theberry.com, via Pinterest (Rukiye Akkoyun)

Para além de dizer, escreva também. Dessa forma, as palavras serão, certamente, recordadas e, sempre que lidas, o momento repetir-se-á. Prepare o Dia do Pai e fale com a Letras num Papel… nós damos uma ajuda a escrever as palavras certas.

Soam bem, mas…

in www.writingforward.com, via Pinterest (Writing Forward)

in www.writingforward.com, via Pinterest (Writing Forward)

«Planos para o futuro»? «Erário público»? «Criar novos empregos»? «Padrão comum»? «Elo de ligação»? Estas expressões soam bem não soam, mas será que estão certas?

Fale com a Letras num Papel e peça um orçamento para a revisão do seu texto, seja ele académico, literário, para um sítio na Internet ou de outra qualquer natureza, porque, às vezes, o que parece bem, não o está tanto…

A nossa história

in ocean_views em Flickr.com, via Pinterest (Wendy Slifer)

in ocean_views em Flickr.com, via Pinterest (Wendy Slifer)

Não há sentimento mais aconchegante do que perceber que vai chegar um filho; saber que, um dia, acordamos um, mas adormeceremos com a vida que criámos, ao nosso lado. Esse momento em que poderia olhar para ti, decorar os teus traços e saborear a forma como me apertarias a mão fez-me perceber que o caminho que havia percorrido não poderia ter ido dar a outro lado qualquer, porque todos os passos que tinha dado me levariam até ti.

 

A história da gravidez pode ser uma excelente prenda para celebrar o facto de ser mãe, e se for acompanhada de fotografias do bebé e da própria mamã ou de ilustrações personalizadas, melhor ainda. Fale com a Letras num Papel e descubra como pode fazê-lo!

Letras num Papel… e parceiros

fotografia de Radostina Dicheva, in www.flickr.com, via Pinterest (Laila Freeman)

fotografia de Radostina Dicheva, in www.flickr.com, via Pinterest (Laila Freeman)

A Letras num Papel surgiu com o objetivo de escrever e de ajudar a escrever, através da revisão de textos. Hoje, a fazer três meses de existência, já não está só e tem junto de si alguns parceiros que acreditaram que era possível, que a escrita era um bom ponto de partida para outras possibilidades, outros caminhos, que poderíamos percorrer lado a lado.

Desta forma, quero que a publicação de hoje seja um agradecimento aos parceiros que se têm juntado à Letras num Papel; a todos os profissionais que perderam um pouco do seu tempo a ouvir o que tínhamos para dizer e afirmaram «Vamos em frente!». Obrigada.

Lembro que a Letras num Papel escreve aquilo que você quer que escrevamos: histórias (a sua, a de alguém que conhece e admira, por exemplo, um pai, uma mãe, um filho…), contos (para uma criança, por exemplo), votos de casamento, dedicatórias para acompanhar um presente especial…, enfim, a sua imaginação é o nosso limite. Todos os textos podem ser acompanhados de fotografias (marcando uma sessão com um dos nosso parceiros), fazendo-se, depois, uma composição com o texto; ou de ilustrações personalizadas e únicas, feitas com base no que foi escrito. Teste-nos… fale connosco!

Dou a palavra…

a Gabriel García Márquez, naquele que é, certamente, um dos começos de obra mais magistrais de todos os tempos.

«Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía haveria de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo. Macondo era então uma aldeia de vinte casas de barro e cana, construídas na margem de um rio de águas transparentes que se precipitavam por um leito de pedras polidas, brancas e enormes como ovos pré-históricos. O mundo era tão recente que muitas coisas ainda não tinham nome e para as mencionar era preciso apontar com o dedo. […]»

in MÁRQUEZ, Gabriel García, Cem Anos de Solidão, 19.ª edição, Lisboa, Publicações Dom Quixote, 2004

Sábado é dia de…

ARRISCAR! Já diz o ditado, «Quem não arrisca, não petisca!». Bom fim de semana.

fotografia de Sebastião Salgado, Jump, in http://crashinglybeautiful.tumblr.com/, via Pinterest (Edson Correa)

fotografia de Sebastião Salgado, Jump, in http://crashinglybeautiful.tumblr.com/, via Pinterest (Edson Correa)

Dois corações feitos um.

Fotografia de Bruno Conceição (www.brunoconceicao.net)

Fotografia de Bruno Conceição (www.brunoconceicao.net)

«Um dia, fomos apenas uma pessoa, dois corpos, dois corações feitos um. Hoje, já separados, fora do corpo um do outro, continuamos ligados, e cada vez que pronuncio essa palavra, essa que é tão maior em significado do que em tamanho, regresso a ti e sinto-me a salvo de tudo.»

Fale com a Letras num Papel e prepare uma homenagem única à sua mãe.

O amor lê-se.

http://myblog-ayf.blogspot.pt/, via Pinterest (Kelly Maiara)

in http://myblog-ayf.blogspot.pt/, via Pinterest (Kelly Maiara)

O amor mostra-se, diz-se, lê-se… Ofereça ao seu pai e à sua mãe o seu amor, numa folha de papel. Fale connosco e descubra como pode surpreender.